O tamanho da bolsa.

Durante uma época, quando eu era mais nova, eu usava bolsas enormes. Só de maquiagem era uma necessaire gigante, e eu levava todas dentro. Não queria estar despreparada pra nenhuma ocasião. Sempre achando que alguma ”coisa” fosse acontecer… Esperança boba de menina nova. As expectativas eram sempre também, enormes… Com relação a tudo…

Os anos foram passando, e as bolsas diminuindo… Hoje em dia, dependendo do lugar, nem de bolsa vou. Já aprendi direitinho o que é necessário ter em mãos, e mais importante, que muito do que achamos que vamos precisar, acabamos nem usando. É peso morto que a gente acostuma a carregar pra cima e pra baixo… Como em vários outros aspectos do viver.

Aqui da casa dos 30, eu já aprendi que menos, é mais. Não preciso me preparar pra nada que já não tenha vivido ou que não saiba como contornar. Não preciso de ‘quilos’ de maquiagem, até mesmo porque hoje em dia, me sinto mais bonita só de rímel e blush. Não precisa carregar vidro(s) de perfume. Não precisa de caderninho, agenda, de lenço de papel, lenço umidecido, sombrinha, de estojo de canetas e mais um monte de ‘’parafernália’’…

Me desculpem as que gostam, mas tenho pra mim que grandes bolsas e grandes expectativas, são justamente (e curiosamente o inverso), coisa de gente despreparada, com pouca experiência e/ou desenvolvimento emocional. A minha bolsa, assim como as expectativas, diminuíram consideravelmente. Com relação a tudo…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s