As ”damas” e os vagabundos

To cansada dessa guerrinha dos sexos em rede social. É mulher alfinetando homem e homem alfinetando mulher. Todo mundo insatisfeito sem olhar pro próprio umbigo antes de reclamar. Eu costumo xingar ambos (rs). Mas sinceramente, acho que a culpa, se é que há isso de culpa mesmo existir, é mais das fêmeas. Vou me explicar.

Homem sempre foi desse jeito. ‘’Desde os primórdios até hoje em dia’’. Não mudou nada. A não ser a quantidade de biscat que eles tem pra escolher e a facilidade com que levam as que eles querem na lábia. Tenho pra mim que as mulheres é que estão descontroladas mesmo. Como eu postei outro dia: não estão sabendo lidar com a tal liberdade sexual, confundindo com libertinagem demais. Conquistamos um poder com o qual não sabemos lidar. Hoje em dia, seduzir é abrir as pernas. Fico enojada.

Não sou santa muito menos virgem. Já tive minha fase ‘’perdida’’ e falo com toda a propriedade do mundo: não me levou à lugar nenhum, se não à rua da amargura e do arrependimento. Já fui de bandeja pra muito cara que hoje em dia não falo nem ‘’bom dia’’ se precisar. Mas graças a Deus, foi uma fase, de pouca idade, pouca maturidade e muita baixa estima. O que passa longe de ser o caso hoje. Enfim…

Fico vendo a mulherada se objetificando voluntariamente por aí, no trabalho, na balada, na televisão, nas redes sociais… E reclamando que homem é que não presta. Me poupem! Se seu único intuito é dar, vai reclamar de quem só quer comer? E mesmo as que não ‘’só querem dar’’, acabam dando porque acham que esse seja o único caminho. Aqui não xexênia! Prefiro a teia de aranha, subir pelas paredes, arranhar azulejo c’as unhas…

Não sou a favor de joguinhos e manipulações. Muito pelo contrário, prego que devemos fazer o que sentimos vontade sem se preocupar com julgamento de terceiros retrógados e hipócritas, mas acho que você tem que ser liberal se você QUER se libertar, e não porque você não sabe conquistar sendo pudica. Cada vez mais penso que a ordem natural seria invertermos o processo e voltar às antigas. Sexo, só com compromisso. Tô cansada disso tudo…

Cansada de ouvir todas falando que BH é um lixo. Vocês que não sabem fazer a coleta seletiva. Cansada de amigas falando que ‘’o canal é ir pra São Paulo’’ e se contentarem em ser pratinho caipira pros da terra da garoa saciarem a fome quando lhes convir.  Conheço altas que falam que paulista que é bom porque são educados. Dá vontade de perguntar se eles pedem ”com licença por favor?” antes de meter a rola, com o perdão do palavreado chulo… Ou se abrem a porta do taxi depois que comem e vão dispensar. Porque no final das contas, é putaria igual com os daqui, a sorte delas é que como é em outro estado (quase) ninguém fica sabendo.

Eu sei que o canil tá cheio (http://www.deixapraquemsabe.org/2010/04/trinta-anos-trezentos-erros.html), mas por favor: vagabundos eles sempre foram … Quem não está fazendo esforço pra serem damas são vocês. Sem mais…

Anúncios

16 Respostas para “As ”damas” e os vagabundos

  1. Durante algum tempo eu vim aqui, interessada em ouvir o que você tinha pra falar. Na verdade, foi sugestão de uma amiga que está buscando parceiros pra um projeto bem bacana envolvendo as 14 cidades que sediarão a Copa do Mundo no Brasil.
    Frequentadora pouco assídua das festas em que você trabalha, não tinha uma opinião a seu respeito para que pudesse opinar sobre a viabilidade de sua participação, apenas a lembrança distante de umas músicas oitentinhas, um pouco over pro que eu curto. Mas até aí é uma questão de gosto, que concordo quando dizem que não se discute.
    Do que eu sabia é que você estava inserida no meio de possível circulação do projeto.
    Desde então, minha amiga tem vindo a BH e te cercado algumas vezes, como a outros nomes também.
    E é isso aí garota, só tenho a te dizer que perdeu uma oportunidade de ouro, daquelas que podem nunca mais acontecer.
    O motivo? Sua arrogância, falta de humildade, de educação, seu jeitinho blasè, de achar que o mundo gira em torno do seu umbigo.
    Quem você acha que é? Deixa eu te contar uma coisa: ser dj hoje tá fora de moda. Qualquer um faz.
    Coloque sua cabecinha oca pra funcionar, transe um pouco pra te deixar bem humorada.
    Embora beleza não seja seu forte, se exercitar um pouquinho os itens acima, garanto que consegue alguém.
    De quebra, ainda ganha uma melhorada na pele.
    O carro novo, talvez a entrada do tão sonhado ap… não foi dessa vez.
    Ah! As mulheres que são tratadas como você costuma ser, como dito acima no seu texto, são porque deixam. Seja uma mulher de verdade e será tratada como tal.

    Sorte!

    Ju

    • Oi…
      Não entendi de qual projeto voce está falando… Não me lembro
      de ninguém me sondar pra nenhum projeto que nem o que voce falou, de verdade… O que eu escrevo no blog é
      baseado em inumeras conversas com homens e mulheres que
      conheço e prezo a opinião… E não necessariamente com o que
      eu vivo. Acredito sim que a insatisfação seja geral, e como falei
      nesse ultimo texto, a ”culpa” é um pouco de todo mundo.
      Se eu pareço azeda, pouco humilde ou arrogante é uma pena:
      quem me conhece de sentar pra conversar sabe que eu não sou isso.
      E nem me considero Dj, é uma coisa que comecei a fazer de brincadeira,
      também como já escrevi aqui no blog, e deu ”certo”. Sei que o repertorio
      não agrada a todos e acho isso normalissimo. Mas é pra além de anos
      80, depende bastante do tipo de festa e de publico, rs… E também acho
      que qualquer um pode tocar, tanto é que incentivo todos os amigos que
      exprimem tal vontade… E mais uma vez, concordo com voce que pra ser
      tratada como mulher, tem que agir como tal: esse texto foi justamente pra
      dar um puxão de orelha nas que se diminuem aceitando virar objeto.

      Estou aqui caso queria me explicar melhor. Sorte pra voce também.
      Sinceramente, outra Ju.

      • Sininho olhei seu cometário no face !e fiz a leitura do seu texo a Dama e o vagabundo achei genial!!!é isso mesmo, hoje em dia existe sim esse descontentamento mútuo e os valores estão se perdendo já fui assim, “imatura” insegura comigo e aí fazemos as “besteiras” mas tudo é válido é um aprendizado para saber o que queremos ser mais resolvida e seletivas !!o importante é fazer o que relamente quer de verdade descobrir sua própria essência e ser feliz e claro o respeito é a chave de tudo….:) agora não tem necessidade das pessoas postarem com esse tipo de arrogância pois não vejo arrrogância em seus texto é pura verdade…tudo reflete a sociedade é muito condicionada, como disse,temos que nos encontrar primeiro e ter auto estima, e aí sim fazer as coisas que realmente desejamos….o que achamos que é bom pra gente…cada é cada um!e vamos ser felizes!!!!rs ;))))

  2. Pingback: As ”damas” e os vagabundos (via Cada Um É Feliz De Um Jeito) | Beto Bertagna a 24 quadros

  3. Nao conheço vc pessoalmente Sininho,mais venho acompanhando seus textos a um tempo, me indentifico muito com suas palavras,com seu modo de pensar,sua postura….. Achei esse texto o mais FODA de todos.
    E concordo plenamente .Se for parar e pensar…realmente as mulheres de hoje (n generalizando) estao se desvalorizando d++!!!
    Antigamente, as mulheres “escolhiam”seus parceiros,com quem iam se envolver….hoje esta tudo ao contrario,o homem que “escolhe” a parceira….tipo aquela ali é p “comer”,aquela p “desfilar”,aquela p “orgia”,a outra p “dividir” e por ai vai….(tbm, n generalizando todos os homens).
    Acontece que aquele lance da mulher ser CORTEJADA,dos olhares,da paquera em si , “ESTA FORA DE MODA!”.Acredito que hoje, os homens se sentem inseguros, ao levar uma mulher a serio que ele mal conheça.E sabe por que ?? por que a MODA AGORA é se deixar levar;…por combos de bebidas,cortesias,roupas,marcas,mansoes,carros,festas…e por ai vai…e para se manterem no mesmo ciclo, uma “rapidinha” no fim da noite p elas, é so um detalhe!!!
    Nao da p entender o que passa na cabeça dessas pessoas,ser tratada como um “trofeu” por uns instantes, é mais gratificante,do que ser respeitada pelos seus REAIS valores.
    Quem sou eu p julgar alguem, eu respeito a opiniao dos outros,assim como espero que me respeitem tbm.Cada um tem sua vida, p que seja feliz da sua maneira.
    Para algumas pessoas,eu to ficando velha demais,melodramatica,ate doida ja me disseram..mais eu to FORA DE MODA msmo.Tenho 21 anos,quero ser estilista.Mais enquanto isso nao acontece….vou desenhando,criando,mesclando texturas e cores,usando um pouco do classico,buscando do moderno, e desfrutando ….da minha propria TENDENCIA!!!

    Bjo Sininho!! Sorte e mto Sucesso p vc!

  4. Sino, q bacana seu blog, nunca tinha entrado!!!! To de role no face, vi , entrei e ja li tudo!!!! Adoreiiiii!!! Sorte, sucesso e tudo de bom!!!! vc sabe q gosto de vc, entao vou falar! Vou te chamar de amiga!!!!! SORTE MINHA AMIGA!!!!! FELIZ ANO NOVO E TUDO DE BOM!!! UM GRANDE BJSS CAROL PIANCASTELLI!!!

  5. Nooossa realmente o problema é com vc. Você é chata sim!!! Todas as pessoas que estão ao seu lado tb acham!!!! Vc fala das mulheres pq realmente é vc que fica sem homem pq ninguém te quer!!! Chata, fala pra caralho… Vê Se fala menos e faça mais talvez seria diferente para vc… Tudo bom!! E vê se 2012 muda seu discurso de merda. É cansativo ficar lendo (Nem leio muito o que vc escreve pq sempre é o mesmo assunto ” relacionamento”). O problema tá em você e não nas outras mulheres. Deve ser pq o cara prefere pegar a outra do que você. Mude, renove…

    • Sou chata mesmo, admito e tenho orgulho. Quanto ao resto, nem vou me dar o trabalho de tentar argumentar ou discutir. Mulheres como voce, que acham que ter um homem ou não, define a vida e o que fazemos dela, só comprovam o que eu escrevo no MEU blog. Mas de qualquer forma, achei lindo saber que mesmo me achando essa droga toda, voce parou o seu dia pra me deixar um recadinho. É disso que gosto: ibope! Muaaah****))

  6. Sininho,
    falou tudo! Ando a algum tempo tentando convencer uma amiga que, na maioria das vezes eles são cafajestes por causa das mulheres…. Rs. nunca tinha entrado aqui no seu blog, quando tiver um tempinho vou ler mais!
    Muito me espantou o comentário da tal Ju… (a tal Fernanda não merece meu tempo, apenas meu desprezo e risadas…)
    Mas querida Ju… Quem é você para julgar a beleza, sonhos, objetivos e metas de quem nem conhece???
    Se é assim que você – ou sua amiga, vai saber, quer colocar projetos em ação, sinto muito, mas quem não vai conseguir “o carro novo, talvez a entrada no tão sonhado apê” ou o que você quiser conquistar, será você…
    Sucesso e feliz ano novo para você Sininho!
    E para você Ju, tudo de melhor também… Abra você sua cabeça oca!!!

  7. Adorei o texto acho que hoje os valores estão invertidos mesmo,a culpa são de ambas as partes com certeza,mas vejo que cada vez mais as mulheres são grandes culpadas.Fico extremamente irritada com frase do tipo ” mulher gosta de dinheiro” e coisas do tipo.Escuto amigas contarem de encontros primeira coisa que contam e sobre o carro do cara,ai eu penso e o cara?fala dele pô.As mulheres hoje não sabem ser sensual,elas partem pra sexualidade escancarada,todo mundo sabe que da mesma forma que o homem quer comer a mulher quer dar,mais não vamos nos servir na bandeja como se fossemos uma comida onde cada hora um degusta.Eu sinto falta da gentileza e sutileza masculina,principalmente nas cantadas e abordagens.Não sou contra quem sai distribuindo por ai afinal cada um vive da forma que acha que convém,mais sou ainda careta pra algumas coisas e prefiro continuar sendo a mulher do topo da arvore.
    Parabéns pelo texto e pelo blog.
    Sucesso.
    beijokas

  8. “Sou chata mesmo, admito e tenho orgulho. Quanto ao resto, nem vou me dar o trabalho de tentar argumentar ou discutir. Mulheres como voce, que acham que ter um homem ou não, define a vida e o que fazemos dela, só comprovam o que eu escrevo no MEU blog”.

    Só cheguei ao TEU BLOG pq estava no BLOGUEIRASHAME. SHAME SHAME SHAME.entendeu?

    quer dizer, se vc parar pra pensar bem, SER CHATA é defeito,ok?ser blasè de BH?Nossa,muito mais!e só pq vc não fica com ng,ou algo assim,não quer dizer que isso não seja uma coisa boa.fica aí o teu ibope.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s